5 práticas poderosas para ter paz e equilíbrio que você precisa agora

Gostamos de nos sentir bem, mas par muitas pessoas pode parecer um desafio se manter nesse estado. Ter equilíbrio e paz interior. Talvez você seja essa pessoa.

Hoje trouxe 5 dicas de práticas poderosas que funcionam para mim e muitas outras pessoas. É uma oportunidade de você tomar o seu poder de volta e comandar o rumo da sua vida. Nada mais fundamental do que começar pelas suas emoções.

1- Respire profundamente.

Não importa quem você é ou o que está acontecendo na sua vida, todos nós já tivemos momentos em que nos sentimos presos na nossa própria cabeça. Pensamentos são capazes de nos drenar a energia e despertar em nós emoções e sentimentos negativos.

A respiração profunda vai te ajudar a se concentrar no ar que entra e sai do seu corpo. Durante esse exercício procure se manter atenta a sensação que o ar produz em você. Faça isso da maneira que sentir melhor. Pode ser sentada em postura ereta, deitada, em pé. Você irá descobrir o que é melhor para você nesse momento. A concentração na respiração vai te ajudar a tirar o foco dos pensamentos. E na medida em que o ar entra e sai, principalmente se estiver com o corpo ereto. A sua fisiologia também irá mudar e fazer você se sentir melhor com toda a nova produção de hormônios no seu organismo. Dessa forma você encontrará seu equilíbrio.

2- Sinta as suas emoções.

Se você considerar uma escala emocional, observe onde você sente que as suas estão nesse momento. Procure se comunicar com o seu corpo no momento do estresse e se pergunte, quais foram os últimos pensamentos que passaram pela sua mente antes de você sentir as suas emoções pra baixo. Há uma relação direta entre o nosso estado biológico e fisiológico, com os sentimentos que nossos pensamentos despertam em nós. Depois do gatilho nos levar para ondas já conhecidas de emoções negativas, interpretamos todo esse acontecimento interno com sentimentos conhecidos. Quando os seus pensamentos estão pesados, geralmente é fácil você entrar em um cenário de tristeza, ansiedade, autopiedade, rancor e por ai vai.

3- Escrever uma carta de perdão para si mesma.

É comum na nossa sociedade que os sentimentos e dores mais profundas sejam ignoradas e que cresçamos somando os buracos emocionais dentro de nós. É na nossa infância que acontecem os episódios traumáticos que quando não tratados vão ganhando uma nova roupagem. Acredite, a maior parte dos seus estados emocionais de baixa potência são ocasionados por conta da memória sofrida guardada literalmente no seu sistema nervoso e na sua psique. Em muitos lugares vemos o termo criança interior. É basicamente a mesma coisa, porque quem sofreu foi o seu eu criança. Cuidar dele é fundamental para você se libertar de vez.

Você pode descobrir onde está doendo e o que precisa resolver, se escrevendo uma carta. Faça isso de maneira concentrada em um lugar calmo onde não será interrompida. Pode ser doloroso para muitas pessoas, dependendo do que passou durante a vida desde a infância. Mas enfrentar isso com carinho e generosidade é o único jeito. Você pode escrever uma carta de agradecimento, de perdão, de admiração para si mesmo e para a sua criança interior. Vá sentindo até onde consegue ir, aos poucos, quanto mais consciente estiver. Mais energia e equilíbrio emocional vai ter para olhar para a dor e não deixá-la mais te enfraquecer.

4- Defina como gostaria de se sentir.

Se você não tiver clareza de como é a sua preferência emocional, pode começar definindo como não gosta de se sentir. Depois disso, inverta o processo e escreva em um papel o que gostaria de sentir. O que te faz se sentir bem, forte, de bem com a vida. Que tipo de pessoa você quer ser e quais emoções prefere sentir.

Escrever no papel é importante, pois nesse processo da escrita estamos comunicando para o lobo fontal quais são as nossas intenções. Essa é a parte do nosso cérebro que processa informações. Posteriormente você pode ler essa lista de preferencias em voz alta, se conectando com cada palavra, de modo a fazer você sentir a emoção de verdade. Quando emotizamos algo, ou seja, colocamos emoção. É como se aquilo já estivesse sendo realizado. Isso aumenta as chances de você se colocar em um caminho onde realize os seus desejos!

5- Analise o que pode ser feito para você sentir isso agora.

Você não precisa esperar os seus objetivos maiores se realizarem para se sentir bem. Na verdade, quanto melhor você se sentir durante a sua vida, mais capaz você se torna de alcançar seus objetivos. As emoções positivas tem conexão com hormônios que nos fazem agir, e elas podem estar em tudo. Pense sobre o que te faz se sentir bem e em equilíbrio. Mas agora ao invés de escrever no papel, você irá focar e buscar essas coisas.

O poder das coisas simples é maior do que você imagina. A emoção positiva pode vir da sensação gostosa que você sente ao arrumar o ambiente em que dorme, ou de preparar uma comida gostosa. Você pode também sentir isso agradecendo pelas suas vitórias, conversando com alguém algo alegre, assistindo um filme. Qualquer coisa que faz você sentir a vida fluindo, e que faz você lembrar que existem maravilhosos motivos para sorrir.

Essas foram as 5 práticas que vão te ajudar a ter equilíbrio e criar uma vida mais feliz e saudável. Gostou? Compartilhe com alguém que você acredita que vai gostar dessas dicas também!

Leia nesse artigo: Como acabar com a procrastinação usando o método Scrum.

Por Débora Aymée.